Home
Home Atualizações O Instituto Equipe Ensino Reservas Pesquisa Tecnologia Ação Social Publicações Entretenimento Produtos Serviços Notícias Imprensa Galeria Aconselhamento Contato Blog Forum

Login:
Senha:


Esqueceu sua senha?

Na Web No site



Entretenimento & Educação

Veja também outros temas desta seção

Música Multidimensional. Alterando os estados da consciência

Por: Silvia Helena Cardoso

Tema: Arte e Cultura
Inscreva-se no Fórum do Instituto da Felicidade: instituto_da_felicidade-subscribe@yahoogrupos.com.br

Jacotte Chollet, francesa (1944 - ), diretora e produtora de mais de 50 documentários da TV Francesa no campo de Ciência, Psicologia e Filosofia.
Em 1985, após grande sofrimento com a morte da mãe, ela teve uma experiência interior intensa. Isto a fez abandonar sua carreira e se dedicar integralmente à exploração de vibrações e energias do ambiente que levavam a estados alterados da consciência.

Foi quando criou, em profundo estado meditativo, aquilo que chamou Música Multidimensional, um conjunto de sons que, segundo ela, permite acessar as múltiplas dimensões do ser. Afirma que esta experiência permite à pessoa se conectar com sua própria consciência, fazê-las vibrar, harmonizá-las e então tomar consciência do potencial criativo que permanecia em estado latente, subconsciente. Aplicou esse tipo de música em suas pesquisas durante 9 anos, que chamou de "ressonância harmônica" . Deu ênfase em casos de câncer. Testes sanguíneos mostraram que após uma exposição de uma hora com esta música nestes pacientes, havia um dramático aumento na hemoglobina e sistema imunológico (2).

<
Vídeo 1. Amostras de várias músicas multidimensionais compostas por Jacotte Chollet. Para melhor efeito: ouça com fone de ouvido e no escuro. Aqui nesta página, Olhe fixamente para o centro da imagem.

O que achou deste tipo de som? Responda aqui


Vídeo 2. Exemplo de uma úsica multidimensional completa (inteira). Para melhor efeito: ouça com fone de ouvido e no escuro. Aqui nesta página, Olhe fixamente para o centro da imagem.

Sites referem que os efeitos da Música Multidimensional foram recentemente medidos e comprovados no Institute of Higher Nervous Activity & Neuro-Physiology em Moscovo, pelo Dr. Dimitri I. Valuev, psicoterapeuta, psicólogo e psiquiatra no Hospital de Moscou. A aplicação das medidas foi feita através do uso de um eletro-encefalograma fornecendo imagem da atividade cerebral, da sincronização dos hemisférios e da entropia durante o experimento.

Relata-se que os primeiros resultados destas pesquisas confirmam a específica capacidade desta música para o acesso às funções elevadas do cérebro e às informações do subconsciente e do inconsciente, que permitem a expansão da consciência e o aprofundamento da criatividade.

Muitos ouvintes e terapeutas pensam ser este um "novo instrumento para o desenvolvimento interior". As reações obervadas os levaram à acreditar que:

-- Provoca o despertar, a reorganização, harmonização e a integração do Self.

-- Libera repressão de profundas emoções e de memórias traumáticas.

-- Suas frequências harmónicas provocam-nos uma maior saúde, maior eficiência, maior consciência, maior criatividade, maior espiritualidade e maior unidade na maneira de viver.

--fornece uma expansão da consciência, que é um instrumento que serve de ponte para a distância entre o que a pessoa é e o que ela poderá vir a ser se tiver a oportunidade de restabelecer a coerência e a ativação do seu potencial subconsciente.

Conclusões

Hoje a ciência já admite que a música influencia as pessoas de maneira positiva ou negativa. Acredita-se que a música esteja relacionada aos elementos físicos, emocionais e cognitivos. Pode também afetar o humor das pessoas, fortalecer as emoções positivas, e até afetar o sistema imunológico para "prevenir" doenças. E, de fato, pode estar relacionada a estados alterados da consciência.

Alguns pesquisadores teóricos têm hipotetizado relações entre música e estados alterados da consciência (3). Nestas pesquiisas, um dos estados influenciados pela música foi a hipnose. Estes pesquisadores especularam que os estados alterados da consciência podem estimular a criatividade musical e produção musical. Para comprovar isso, fizeram o "teste de habilidade musical" com 30 estudantes universitários divididos em dois grupos: o Grupo Hipnose e o Grupo Controle. O primeiro grupo fez o reteste após sugestões auto-hipnóticas e o segundo quando acordados. Os resultados mostraram que o Grupo Hipnose tinha resultados melhor no reteste do que no grupo controle.

Apesar de todas estas contatações, é preciso, contudo, ter cautela para se afirmar que a música tem outros poderes terapeuticos mais desafiadores como facilitar ou curar doenças, especialmente aquelas mais graves, como o câncer, como mencionado aqui. São necessários estudos muito mais aprofundados e nas diferentes áreas do saber para se fazer qualquer afirmação a este respeito.

Referências:

1.Site oficial da Música Multidimensional
2. Resultados das pesquisas
3. International Journal of Psychosomatics. 1990;37(1-4):82-5

Veja também:

1.Músicas que iluminam a alma

Artigo publicado em 13/12/2007


Copyright© Silvia Helena Cardoso