Home
Home Atualizações O Instituto Equipe Ensino Reservas Pesquisa Tecnologia Ação Social Publicações Entretenimento Produtos Serviços Notícias Imprensa Galeria Aconselhamento Contato Blog Forum

Login:
Senha:


Esqueceu sua senha?

Na Web No site



Entretenimento & Educação

Veja também outros temas desta seção

Por que rir é tão bom?


Por: Silvia Helena Cardoso

O riso é uma execelente invenção da Natureza para causar grandes benefícios no organismo, e não somente a alegria tão conhecida por todos ao expressar este comportamento. Assista a cena abaixo e pense: Por que a mulher ri tanto do que está acontecendo?


Vídeo 1. Quando um perigo iminente ou ameaça não se concretizam, o riso é liberado para aliviar a tensão gerada no organismo.

Sua participação Cite alguns acontecimentos que geraram gargalhadas em você. responda aqui.

O filósofo John Morreall teoriza que um dos elementos do riso é uma reação a uma tensão gerada no cérebro em decorrência de um perigo que não ocorreu. Na cena acima, o menino está apavorado em uma montanha russa. A montanha russa certamente gera uma tensão em ambos, mas como nada de mal acontece, gera-se a sensação de alívio na mulher (e não no menino, porque ele percebe aquela situação como de extremo perigo) e então o riso é liberado nela para aliviar a tensão gerada. Então, a mulher ri porque teve a tensão, mas ela foi aliviada porque nada de ruim estava acontecendo.

Além desta cena demonstrar a chamada "Teoria do Alívio" do riso (manifestação de alívio após uma surpresa, novidade ou perigo corporal que não se concretiza), ela demonstra também mais duas outras teorias do riso: a Teoria da Superioridade e Teoria da Incongruência. A teoria da superioridade se dá quando uma pessoa se sente superior frente a um assunto que focaliza a estupidez, erros ou trapalhadas de alguém (exemplos clássicos são o Gordo e o Magro e Os Três Patetas, e neste caso, a postura e reações do gordinho). E a teoria da incongruência, na qual o riso ocorre quando coisas lógicas são substituídas por coisas que normalmente não acontecem, coisas absurdas. Espera-se que elas sejam de uma forma, mas surpreendentemente são encontradas de outra (no caso acima, uma postura adequada do menino, e uma reação tranquila e alegre foram substituídas por uma postura totalmente diferente da que se esperasse dele. Por isso achamos engraçado também cenas como homens se vestindo de mulheres, animais tendo reações parecidas com as dos humanos, etc.

Este vídeo provavelmente arrancou algumas risadas em você também. Isto não ocorreu somente por você interpretar a cena como engraçada, mas também porque você assistiu o riso da mulher. Uma característica comum do riso é que ele é contagioso.

Vídeo 2. Entrevista concedida por Dra. Silvia Helena Cardoso ao Fantástico. O riso é um elemento pré-programado na biologia do indivíduo.

A risada é ótima, por isso todos nós já ouvimos o ditado "rir é o melhor remédio". Há fortes evidências de que rir pode melhorar a saúde e ajudar a prevenir doenças. Tomando como exemplo a cena do vídeo 1, constatamos que a mulher pareceu ter todas as reações fisiológicas abaixo descritas.

Reações fisiológicas provocadas pelo riso

O riso inicia uma cadeia de reações fisiológicas. Ele aumenta a freqüência cardíaca e pressão arterial. As artérias então se dilatam, levando, portanto, a uma queda da pressão. Contrações fortes e repetidas dos músculos da parede torácica, abdômen e diafragma aumentam o fluxo sanguíneo nos órgãos. A respiração forçada (o ha! ha! ha! do riso) eleva o fluxo de oxigênio no sangue. A tensão muscular diminui e nós podemos temporariamente perder controle dos nossos membros, como na expressão “ficar fraco de tanto rir”. O riso também ajuda o sistema imunológico a aumentar o número de células que auxiliam contra a infecção, as células T, no sangue. E também pode promover mudanças hormonais benéficas. Pesquisas já demonstraram que o riso libera as endorfinas ("morfinas endógenas), os quais reduzem a sensibilidade à dor e promovem sensações prazerosas e de bem estar.

Portanto, o riso social ou por humor têm diversos benefícios sobre o indivíduo, entre os quais incluem a diminuição do estresse e ansiedade, reforço da imunidade, relaxamento da tensão muscular e diminuição da dor.

Por isso, um conselho: procure situações que o faça rir como procurar ter um bom convívio social, assistir uma comédia, ler um livro divertido, e outras dezenas de coisas que sua criatividade (e a dos outros que te fizerem rir) pode ser capaz.

Referências:

Our Ancient Laughing Brain - Silvia Helena Cardoso

Artigos da seção Riso no menu Publicações à esquerda desse site

Artigo publicado em 1/1/2008

Inscreva-se no Fórum do Instituto da Felicidade. Basta enviar um email para:
instituto_da_felicidade-subscribe@yahoogrupos.com.br


Copyright© Silvia Helena Cardoso